Como sempre enfatizou o mestre Maharishi Mahesh Yogi, que reavivou o conhecimento da ciência védica e disseminou a técnica da Meditação Transcendental no ocidente, é fundamental manter a regularidade da prática da meditação para colher os benefícios dessa técnica simples e natural. Quando meditamos de forma correta – duas vezes ao dia, nos horários adequados e todos os dias – o corpo se recondiciona e passa a funcionar melhor. Melhora a coordenação entre cérebro e fisiologia.

Com a prática regular o organismo é capaz de entender esse procedimento de como eliminar o estresse por meio de uma qualidade de repouso muito mais profundo que o sono. Para aproveitar todo o potencial oferecido pela técnica e gerar os resultados esperados, o impacto precisa ser sistêmico e contínuo, integrado à rotina diária.

A Meditação Transcendental funciona como um ansiolítico (medicamentos capazes de reduzir a ansiedade e exercer um efeito calmante) natural sem efeitos colaterais negativos. É importante ressaltar que a técnica não substitui o uso de medicamentos prescritos por profissionais de saúde. No entanto, há muitos neurologistas e psiquiatras no Brasil e no mundo, que, baseados em pesquisas cientificas altamente qualificadas, receitam a técnica como tratamento complementar.

Aos poucos, com a prática diária, a meditação começa a fazer parte da rotina e naturalmente o corpo passa a “pedir” por esse relaxamento profundo. Por isso é importante manter uma rotina saudável e entender como o corpo funciona, que tem um ritmo interno e um pulso próprios.

É recomendado, sempre que possível, dormir e realizar as refeições no mesmo horário, além de criar uma rotina para a meditação.

Dessa forma, o corpo entende que tem hora pra se livrar daqueles depósitos de material estranho, os estresses que ficam impressos no sistema nervoso e que a mente experimenta em forma de ansiedade, nervosismo, angústia, frustração, medo, aflição, impaciência, irritabilidade, receio, raiva, insegurança etc.

Autoregulação

Nosso corpo funciona como uma máquina que não para de funcionar nem um instante. Imagine um carro que não recebe manutenção e limpeza adequadas. Como é dirigir um carro nessas condições?

De acordo com pesquisas científicas, em poucos minutos de prática de  meditação transcendental é possível reduzir em até 30% o nível de cortisol e, simultaneamente, aumentar até 50% o hormônio da alegria, a serotonina, que é o neurotransmissor da felicidade. Verificou-se também o aumento da endorfina, que é o hormônio do prazer, do bem estar, a ocitocina, o hormônio do abraço, do aconchego, da empatia.

A Meditação Transcendental é uma ferramenta baseada na natureza do corpo capaz de autoreparar as tensões profundamente armazenadas e nos ajudar a lidar com as pressões da vida moderna, que a cada dia exigem mais de nós.

Quando não conseguimos lidar de maneira adequada com tais pressões, a ansiedade surge como consequência dessa má adaptação do sistema nervoso às situações desafiadoras.

O estresse bloqueia a atuação da endorfina no corpo. Por outro lado, o melhor antídoto contra o estresse é o descanso profundo. Temos que usar a sabedoria do corpo e, por meio de mudanças bioquímicas, promover a autocura e prevenir doenças.

Com a Meditação Transcendental o estresse sai e a vida muda para melhor, proporcionando mais alegria e disposição para executar as tarefas diárias e enfrentar os desafios com mais positividade, mais criatividade, sabedoria, tranquilidade e paz de espírito.

Pratique Meditação Transcendental!